Você já teve a sensação de acordar exausto, mesmo após dormir por longas horas? Ou já viveu aqueles dias que só conseguiu vencer graças à máquina de café? Embora muitas pessoas acreditem que a ansiedade somente impacta negativamente a saúde mental, a grande verdade é que ela também pode afetar — e muito — a saúde física.

Inclusive, as dores no corpo, espalhadas pelas mais diversas regiões, são um dos seus sintomas que vão além do abalo psicológico, interferindo no bem-estar de forma geral. Nesse contexto, é até bastante comum que haja uma confusão desses sinais físicos com os sintomas de outras condições, o que pode acabar por retardar um eventual diagnóstico.

Pensando nisso, elaboramos este post para listar 3 dores no corpo que podem ser causadas pela ansiedade e, como um plus, algumas boas práticas que o ajudarão a evitar a sensação de fadiga ao final do dia. Então, continue a leitura e saiba mais!

Quais são as 3 principais dores no corpo que a ansiedade costuma causar?

Como dissemos, as dores no corpo são um dos sintomas que a ansiedade pode gerar. Neste artigo, separamos as principais. Veja!

1. Musculares

Lidar frequentemente com sentimentos negativos, como pânico, apreensão e medo, pode — e provavelmente vai — afetar a saúde física. O que acontece, geralmente, é que os músculos passam a ficar sob um estado de tensão, de modo que estejam prontos para uma possível reação a alguma ameaça que venha a surgir.

Isso ocorre porque um indivíduo ansioso transmite involuntariamente ao cérebro esse comando ao sentir medo, mesmo quando inexiste uma razão aparente. Ou seja, essa tensão é uma resposta do corpo a um potencial perigo.

Contudo, eventualmente, isso acaba por provocar dores no corpo em diversas regiões, o que, além de ser algo inconveniente, pode se tornar até incapacitante. Além disso, por vezes, passa a haver mais um risco: os relaxantes musculares, se administrados em demasia, podem gerar uma espécie de dependência, o que se torna mais um agravante.

2. No peito

Dentre as dores no corpo provocadas pela ansiedade, essa é uma das que costumeiramente geram preocupação. Essas palpitações, porém, surgem tanto de repente quanto em circunstâncias estressantes e ocorrem — quanto atreladas à ansiedade — em razão da liberação, por parte do nosso organismo, de uma quantidade elevada de adrenalina.

Esse é o hormônio que desempenha o papel de regulação do sistema cardiovascular. Com isso, os batimentos cardíacos tornam-se tão acelerados que conseguimos senti-los. Em situações assim, é recomendável respirar fundo e buscar manter a calma, já que a inquietude acabará por provocar mais agitação.

3. De cabeça

Embora essa associação também seja uma surpresa para algumas pessoas, o cérebro de indivíduos ansiosos funciona de uma forma potencializada, pode-se assim dizer. Com isso, ocorre a liberação de hormônios relacionados a preocupações e provocadores de tensões dos mais variados tipos.

Como a ansiedade, usualmente, provoca outros sintomas físicos — falaremos mais sobre isso à frente —, como alterações estomacais e intestinais, insônia e a já mencionada tensão muscular, as dores de cabeça acabam por também representar mais um sinal da condição. Inclusive, podem se tornar crônicas.

Quais são os outros sintomas físicos igualmente comuns?

Como dito, associar a ansiedade apenas a sintomas psicológicos é um equívoco, haja vista que é um distúrbio que pode afetar o corpo como um todo. Nesse sentido, confira, a seguir, mais alguns sintomas físicos provocados pela condição:

  • alterações estomacais e intestinais, que, como uma boa parcela dos problemas digestivos, são provenientes de questões emocionais. O fato é que as preocupações frequentes e a tensão acabam por alterar tanto a produção de suco gástrico quanto a motilidade intestinal, gerando diversos inconvenientes;
  • falta de ar, que geralmente é sentida diante de situações que são consideradas aterrorizantes para o indivíduo que sofre com a ansiedade. A verdade é que, quando estamos ansiosos, o nosso padrão respiratório enfrenta dificuldades;
  • tremores, que são o resultado da preparação dos nossos membros para agir no enfrentamento de um potencial perigo. Isso acontece porque, como dito, a ansiedade faz com que o nosso corpo se prepare para lidar com o agente causador dessa apreensão exagerada.

Como evitar o cansaço gerado por todos esses sintomas ao final do dia?

Ao lidar com os sintomas físicos da ansiedade — e, é claro, com os psicológicos —, como as dores no corpo, é natural que, ao final do dia, você sinta uma sensação de exaustão. Contudo, existem algumas alternativas que podem auxiliar a evitar essa fadiga excessiva, como a prática de exercícios físicos, a atenção à hidratação do corpo e a manutenção de uma alimentação saudável e balanceada, além de haver medicamentos fitoterápicos que podem agir como grandes aliados.

Tradicionalmente conhecidos assim, eles têm o potencial de representar excelentes recursos que funcionam como um auxílio no tratamentos da condição. Geralmente, trata-se de medicamentos feitos a partir de plantas medicinais, como a Passiflora incarnata L. — ou flor-da-paixão, como também é popularmente conhecida —, compostos por princípios ativos que podem ser empregados para ajudarem no enfrentamento de um sem-número de quadros clínicos, auxiliando, inclusive, na diminuição da ansiedade e provocando a sedação, elevando, por consequência, o tempo de sono dos pacientes.

Afinal, a Passiflora é originária do maracujazeiro e está entre os calmantes naturais mais utilizados. Contudo, é recomendável sempre consultar previamente um médico para avaliar as suas necessidades específicas.

Como você pôde ver, a ansiedade pode provocar, além dos psicológicos, sintomas físicos, como dores no corpo, tremores, falta de ar e alterações intestinais e estomacais. Somados, esses inconvenientes podem causar diversos impactos negativos no cotidiano e fazê-lo chegar ao final do dia com uma grande sensação de exaustão. Porém, como visto, há meios de combater a condição e as desordens atreladas a ela.

Quer saber mais sobre os nossos produtos, sobre os ativos de cada um e de que maneira podem ajudá-lo? Então, acesse o nosso site e informe-se!

Categorias: Xô ansiedade

Encontre na farmácia mais próxima de você ou compre online!